Paracleto.net     Internet
   


Menu


Artigos Espíritas

Áudios em MP3

Textos em PDF

Novidades

Página Inicial Voltar Rodapé da página Avançar Atualizar Facebook do Paracleto Twitter do Paracleto YouTube Contato Imprimir Áudios dos Artigos publicados no Jornal JC Regional de Pirassununga/SP em formato MP3 Artigos publicados no Jornal JC Regional de Pirassununga/SP em formato PDF

Sábado, 19 de Janeiro de 2019 - Bom dia! - 10:57


As diferenças entre religião e espiritualidade - 12/03/2011 - Edu Medeiros - Um Amigo do Bem



É muito comum ouvirmos, principalmente os mais velhos, dizerem que o mundo está como está devido à falta de Deus no coração. É comum também ouvirmos que se todos praticassem de modo mais humano a religião o mundo seria melhor. Para alguns pode até haver exagero, entretanto há um fundo de verdade nas duas situações, pois a própria palavra “religião” que se originou do latim "religare", significa "prestar culto a uma divindade" ou simplesmente “religar o homem a Deus”, enquanto que a palavra “espiritualidade” se explica como sendo a relação natural do homem com Deus. Esse dualismo produz claras diferenças a seguir:

A religião não é apenas uma, são muitas, enquanto que a espiritualidade é única.

A religião é para os que dormem, enquanto que a espiritualidade é para os que estão despertos.

A religião é para aqueles que necessitam que alguém lhes diga o que fazer ou seguir, enquanto que a espiritualidade é para os que prestam atenção à sua “voz interior”.

A religião possui um conjunto de regras dogmáticas, enquanto que a espiritualidade te convida a raciocinar sobre tudo, produzindo assim a fé raciocinada.

A religião ameaça e amedronta, enquanto que a espiritualidade te dá paz interior.

A religião fala de pecado e de culpa, enquanto que a espiritualidade te diz: "aprende com o erro".

A religião reprime tudo, te faz falso, enquanto que a espiritualidade transcende tudo, te faz verdadeiro.

A religião não é Deus, enquanto que a espiritualidade é Tudo e, portanto é Deus.

A religião inventa, enquanto que a espiritualidade descobre.

A religião indaga somente o que lhe convém, enquanto que a espiritualidade a tudo questiona.

A religião é humana e, portanto é uma organização com regras, enquanto que a espiritualidade é Divina, com suas leis de causa e efeito.

A religião, em muitos casos, é motivo de divisões, enquanto que a espiritualidade é causa de união em torno do Cristo.

A religião te busca para que acredite, enquanto que a espiritualidade mostra que tem que buscá-la.

A religião segue os preceitos de um livro sagrado, enquanto que a espiritualidade busca o sagrado em todos os livros.

A religião se alimenta do medo, enquanto que a espiritualidade se alimenta na confiança e na fé.

A religião faz viver no pensamento, enquanto que a espiritualidade faz viver na consciência.

A religião se ocupa com fazer, enquanto que a espiritualidade se ocupa com ser.

A religião alimenta o ego, enquanto que a espiritualidade nos faz transcender.

A religião nos faz renunciar ao mundo, enquanto que a espiritualidade nos faz viver em Deus e dessa forma compreender os mecanismos de resgate.

A religião é adoração, enquanto que a espiritualidade é meditação.

A religião sonha com a glória e com o paraíso, enquanto que a espiritualidade nos faz viver a glória e o paraíso, aqui e agora.

A religião vive no passado e no futuro, enquanto que a espiritualidade vive no presente.

A religião enclausura nossa memória, enquanto que a espiritualidade liberta nossa consciência.

A religião crê na vida eterna, enquanto que a espiritualidade nos faz consciente da vida eterna.

A religião promete para depois da morte, enquanto que a espiritualidade é encontrar Deus em nosso interior durante a vida.

Pessoas espiritualizadas são aquelas que compreendem que são espíritos, feitos muito mais do que somente matéria. A Espiritualidade é diferente de religião, pois não apresenta dogmas ou crenças em específico, sendo assim sinônimo de libertação e representa, também, o desapego com os bens materiais e com pessoas, pois o maior objetivo daqueles que vivem e sentem a espiritualidade é o amor incondicional sem críticas ou julgamentos.

Edu Medeiros - Um Amigo do Bem, 12/03/2011.




Compartilhe esta página com seus amigos nas Redes Sociais

Paracleto - O Consolador prometido por Jesus Cristo
Paracleto - O Consolador prometido por Jesus Cristo




As diferenças entre religião e espiritualidade - 12/03/2011 - Edu Medeiros - Um Amigo do Bem





Endereço desta página na Internet:

https://www.paracleto.net/artigos/2011.03.12

(Clique aqui para adicionar esta página aos seus favoritos = Control (Ctrl) mais a tecla D)


Nome e versão do Navegador Internet: Desconhecido (other) 0


"A maior caridade que se pode fazer ao Espiritismo é a sua divulgação!" - Emmanuel

"Divulgar o Espiritismo por todos os meios e modos dignos ao alcance, é tarefa prioritária!" - Bezerra de Menezes

"Divulgar, em cada programa de rádio e televisão, ou programas outros de expansão doutrinária, conceitos e páginas das obras do Espiritismo. A base é indispensável para qualquer edificação!" - André Luiz


USE - União das Sociedades Espíritas


Página Inicial Voltar Rodapé da página Avançar Atualizar Facebook do Paracleto Twitter do Paracleto YouTube Contato Imprimir Áudios dos Artigos publicados no Jornal JC Regional de Pirassununga/SP em formato MP3 Artigos publicados no Jornal JC Regional de Pirassununga/SP em formato PDF

FEB - Federação Espírita Brasileira



Obras básicas (Pentateuco do Espiritismo)


O Livro dos Espíritos - Contendo os princípios da Doutrina Espírita sobre a imortalidade da alma, a natureza dos Espíritos e suas relações com os homens, as leis morais, a vida presente, a vida futura e o porvir da humanidade – segundo o ensinamento dos Espíritos superiores, através de diversos médiuns, recebidos e ordenados por Allan Kardec. O Livro dos Médiuns - Contendo os ensinamentos dos Espíritos sobre a teoria de todos os gêneros de manifestações, os meios de comunicação com o Mundo Invisível, o desenvolvimento da mediunidade, as dificuldades e os escolhos que se podem encontrar na prática do Espiritismo. Em continuação de "O Livro dos Espíritos" por Allan Kardec. O Evangelho segundo o Espiritismo - Com a explicação das máximas morais do Cristo em concordância com o Espiritismo e suas aplicações às diversas circunstâncias da vida por Allan Kardec. Fé inabalável só é a que pode encarar a razão, em todas as épocas da Humanidade. Fé raciocinada é o caminho para se entender e vivenciar o Cristo. O Céu e o Inferno - Exame comparado das doutrinas sobre a passagem da vida corporal à vida espiritual, sobre as penalidades e recompensas futuras, sobre os anjos e demônios, sobre as penas, etc., seguido de numerosos exemplos acerca da situação real da alma durante e depois da morte por Allan Kardec. "Por mim mesmo juro - disse o Senhor Deus - que não quero a morte do ímpio, senão que ele se converta, que deixe o mau caminho e que viva". (EZEQUIEL, 33:11). A Gênese - Os milagres e a predições segundo o Espiritismo por Allan Kardec. Na Doutrina Espírita há resultado do ensino coletivo e concordante dos Espíritos. A Ciência é chamada a constituir a Gênese de acordo com as leis da Natureza. Deus prova a sua grandeza e seu poder pela imutabilidade das suas leis e não pela ab-rogação delas. Para Deus, o passado e o futuro são o presente.


www.paracleto.net
Copyright © 2009-2019
[Paracleto - O Consolador prometido por Jesus Cristo]



Sites parceiros

FEB - Federação Espírita Brasileira



Edu Medeiros - Um Amigo do Bem - Copyright © 2000-2019
Edu Medeiros - Um Amigo do Bem
Palestrante Motivacional e Expositor Espírita
Copyright © 2000-2019


(Acompanhe também no Facebook)









Página Inicial Voltar Topo da página Avançar Atualizar Facebook do Paracleto Twitter do Paracleto YouTube Contato Imprimir Áudios dos Artigos publicados no Jornal JC Regional de Pirassununga/SP em formato MP3 Artigos publicados no Jornal JC Regional de Pirassununga/SP em formato PDF

As diferenças entre religião e espiritualidade - 12/03/2011 - Edu Medeiros - Um Amigo do Bem