Paracleto.net     Internet
   


Menu


Artigos Espíritas

Áudios em MP3

Textos em PDF

Novidades

Página Inicial Voltar Rodapé da página Avançar Atualizar Facebook do Paracleto Twitter do Paracleto YouTube Contato Imprimir Áudios dos Artigos publicados no Jornal JC Regional de Pirassununga/SP em formato MP3 Artigos publicados no Jornal JC Regional de Pirassununga/SP em formato PDF

Segunda-feira, 25 de Março de 2019 - Bom dia! - 1:25


O suicídio - 12/11/2011 - Edu Medeiros - Um Amigo do Bem



Certa vez eu estava caminhando em uma determinada rua de comércio de Pirassununga/SP e vi que na entrada de uma loja de produtos diversos havia um pequeno cartaz com uma determinada frase infeliz, o qual apontava para uma corda em forma de laço no mesmo estilo dos laços que eram feitos na época que havia pena de morte no Brasil, exatamente como aconteceu com Joaquim José da Silva Xavier, o “Tiradentes”, mártir da Inconfidência Mineira (1789), onde não por acaso a primeira imagem que se tem do célebre Alferes é uma corda em seu pescoço, enfatizando assim que o mesmo foi enforcado.

Caminhei mais um pouco e aquela imagem do laço não saía da minha mente, principalmente porque no citado cartaz estava escrito: “Aqui está a solução dos seus problemas”.

Não suportei e voltei à loja. Entrei e procurei o gerente ou o responsável. Veio um atendente e eu falei o seguinte: “Há um pequeno cartaz na entrada da sua loja com dizeres que incitam o suicídio, inclusive apontando para uma corda em forma de laço para enforcamento. O senhor sabia que há pessoas que estão tão deprimidas ou demasiadamente introspectivas que ao verem uma ideia ou sugestão infeliz como a que está escrito no cartaz poderão cometer suicídio enforcando-se?”

No mesmo instante o gerente olhou para outro funcionário e falou: “Eu não te disse que aquilo não ia dar certo?” Pediu desculpas a mim e prontamente me falou que iria ser retirado o cartaz, como também o nó em forma de laço de forca iria ser desfeito.

A incitação ou apologia ao suicídio ou ainda qualquer outra forma de privação de vida é desprezível, inclua-se nesse rol a eutanásia e o aborto.

Ninguém tem o direito de incentivar que a vida seja interrompida, pois somente o Criador, dentro dos princípios dos desígnios divinos é quem “sabe” precisamente a hora que cada um de nós deva “partir”. Independente de acreditar em vida após a morte como fazem os Espíritas, incluindo a reencarnação, cada um de nós “segue” para um novo estágio ou nova vida depois da morte física.

Todas as religiões, exceto algumas seitas, pregam que o suicídio é abominável perante à Lei de Deus, o Criador.

Não obstante o Espiritismo enxerga o suicídio como um atraso na evolução espiritual do homem, cabendo somente ao Criador julgar as formas como será feito o reparo.

Em “O Livro dos Espíritos” (disponível em formato PDF no site www.paracleto.net), PARTE QUARTA - Das esperanças e consolações - CAPÍTULO I - Desgosto da vida. Suicídio, página 535, há uma série de perguntas que tratam do assunto:

943. Donde nasce o desgosto da vida, que, sem motivos plausíveis, se apodera de certos indivíduos?

Efeito da ociosidade, da falta de fé e, também, da saciedade (abundância).

944. Tem o homem o direito de dispor da sua vida?

Não; só a Deus assiste esse direito. O suicídio voluntário importa numa transgressão desta lei.

O desgosto pela vida, que via de regra fomenta o tenebroso pensamento do suicídio, surge por vários fatores, entre eles a sensação de falta de utilidade, como também a fartura, pois tudo possuindo, alguns se sentem desprovidos de motivações, sem esquecer, é claro, que falta Deus no coração, até porque com uma mente voltada para o Criador, surgirá com mais vigor a lógica de que o ser humano nasce para iluminar o mundo, pois o seu potencial transformador é capaz de realizar tarefas únicas, principalmente para aquelas pessoas cuja alegria é a própria presença.

Portanto, você é uma pessoa necessária para o bom andamento das coisas de um modo geral. Se por ventura surgir um dia o pensamento de que você não passa de uma criatura insignificante, livre-se disso e firme o pensamento em Deus, pois sua força e sua luz contribuem para sustentar o todo.

Edu Medeiros - Um Amigo do Bem, 12/11/2011.




Compartilhe esta página com seus amigos nas Redes Sociais

Paracleto - O Consolador prometido por Jesus Cristo
Paracleto - O Consolador prometido por Jesus Cristo




O suicídio - 12/11/2011 - Edu Medeiros - Um Amigo do Bem





Endereço desta página na Internet:

https://www.paracleto.net/artigos/2011.11.12

(Clique aqui para adicionar esta página aos seus favoritos = Control (Ctrl) mais a tecla D)


Nome e versão do Navegador Internet: Desconhecido (other) 0


"A maior caridade que se pode fazer ao Espiritismo é a sua divulgação!" - Emmanuel

"Divulgar o Espiritismo por todos os meios e modos dignos ao alcance, é tarefa prioritária!" - Bezerra de Menezes

"Divulgar, em cada programa de rádio e televisão, ou programas outros de expansão doutrinária, conceitos e páginas das obras do Espiritismo. A base é indispensável para qualquer edificação!" - André Luiz


USE - União das Sociedades Espíritas


Página Inicial Voltar Rodapé da página Avançar Atualizar Facebook do Paracleto Twitter do Paracleto YouTube Contato Imprimir Áudios dos Artigos publicados no Jornal JC Regional de Pirassununga/SP em formato MP3 Artigos publicados no Jornal JC Regional de Pirassununga/SP em formato PDF

FEB - Federação Espírita Brasileira



Obras básicas (Pentateuco do Espiritismo)


O Livro dos Espíritos - Contendo os princípios da Doutrina Espírita sobre a imortalidade da alma, a natureza dos Espíritos e suas relações com os homens, as leis morais, a vida presente, a vida futura e o porvir da humanidade – segundo o ensinamento dos Espíritos superiores, através de diversos médiuns, recebidos e ordenados por Allan Kardec. O Livro dos Médiuns - Contendo os ensinamentos dos Espíritos sobre a teoria de todos os gêneros de manifestações, os meios de comunicação com o Mundo Invisível, o desenvolvimento da mediunidade, as dificuldades e os escolhos que se podem encontrar na prática do Espiritismo. Em continuação de "O Livro dos Espíritos" por Allan Kardec. O Evangelho segundo o Espiritismo - Com a explicação das máximas morais do Cristo em concordância com o Espiritismo e suas aplicações às diversas circunstâncias da vida por Allan Kardec. Fé inabalável só é a que pode encarar a razão, em todas as épocas da Humanidade. Fé raciocinada é o caminho para se entender e vivenciar o Cristo. O Céu e o Inferno - Exame comparado das doutrinas sobre a passagem da vida corporal à vida espiritual, sobre as penalidades e recompensas futuras, sobre os anjos e demônios, sobre as penas, etc., seguido de numerosos exemplos acerca da situação real da alma durante e depois da morte por Allan Kardec. "Por mim mesmo juro - disse o Senhor Deus - que não quero a morte do ímpio, senão que ele se converta, que deixe o mau caminho e que viva". (EZEQUIEL, 33:11). A Gênese - Os milagres e a predições segundo o Espiritismo por Allan Kardec. Na Doutrina Espírita há resultado do ensino coletivo e concordante dos Espíritos. A Ciência é chamada a constituir a Gênese de acordo com as leis da Natureza. Deus prova a sua grandeza e seu poder pela imutabilidade das suas leis e não pela ab-rogação delas. Para Deus, o passado e o futuro são o presente.


www.paracleto.net
Copyright © 2009-2019
[Paracleto - O Consolador prometido por Jesus Cristo]



Sites parceiros

FEB - Federação Espírita Brasileira



Edu Medeiros - Um Amigo do Bem - Copyright © 2000-2019
Edu Medeiros - Um Amigo do Bem
Palestrante Motivacional e Expositor Espírita
Copyright © 2000-2019


(Acompanhe também no Facebook)









Página Inicial Voltar Topo da página Avançar Atualizar Facebook do Paracleto Twitter do Paracleto YouTube Contato Imprimir Áudios dos Artigos publicados no Jornal JC Regional de Pirassununga/SP em formato MP3 Artigos publicados no Jornal JC Regional de Pirassununga/SP em formato PDF

O suicídio - 12/11/2011 - Edu Medeiros - Um Amigo do Bem