Paracleto.net     Internet
   


Menu


Artigos Espíritas

Áudios em MP3

Textos em PDF

Novidades

Página Inicial Voltar Rodapé da página Avançar Atualizar Facebook do Paracleto Twitter do Paracleto YouTube Contato Imprimir Áudios dos Artigos publicados no Jornal JC Regional de Pirassununga/SP em formato MP3 Artigos publicados no Jornal JC Regional de Pirassununga/SP em formato PDF

Segunda-feira, 18 de Março de 2019 - Boa noite! - 19:17


Jesus, o Cristo, na visão dos Espíritas - 23/11/2013 - Edu Medeiros - Um Amigo do Bem



Torna-se salutar poder expor seus pensamentos, porém sempre respeitando as posturas e conjecturas ideológicas, filosóficas ou dogmáticas daqueles que divergem dos pensamentos apresentados, ou ainda mesmo que apresentem postura antagônica ao que se quer expor.

Falar de Jesus é algo comum para os religiosos do mundo, principalmente para nós ocidentais, e não por acaso o termo Jesus é o mais buscado na Internet, entretanto muitos falam da sua mensagem. Cada grupo religioso deixa claro sua visão, e apresento, então por mera oportunidade, a visão dos Espíritas em relação ao nosso amado Mestre Jesus, o Cristo.

Nós, os Espíritas, acreditamos que Jesus evoluiu como qualquer outro Espírito, entretanto em outro planeta, e com circunstâncias e peculiaridades bem diferentes das nossas que estamos encarnados aqui no planeta Terra. E, quando Ele alcançou o patamar de Espírito puro, Deus o incumbiu de ser o Governador do nosso planeta. Ele, então, participou da formação de tudo.

Exatamente como explica o Espírito Emmanuel: "(...) Jesus, já se reuniu, nas proximidades da Terra, para a solução de problemas decisivos da organização e da direção do nosso planeta, por duas vezes no curso dos milênios conhecidos. A primeira reunião aconteceu quando nosso planeta estava sendo formado, quando o orbe terrestre se desprendia da nebulosa solar, a fim de que se lançassem, no Tempo e no Espaço, as balizas do nosso sistema cosmogônico (origem do sistema solar) e os pródomos (primeiros indícios) da vida na matéria em ignição, do planeta; e a segunda, foi quando se decidia a vinda do Senhor à face da Terra, trazendo à família humana a lição imortal do seu Evangelho de amor e redenção."

Mas, muitos séculos antes de sua vinda, Jesus designou outros Espíritos, embaixadores de sua sabedoria e misericórdia para iniciar a “Boa Nova”: “Amarás o teu próximo como a ti mesmo.

Por isso encontramos ensinamentos parecidos com os de Jesus antes mesmo de Ele vir à Terra. Veja alguns exemplos de pensamentos difundidos por vários povos:

A lei gravada nos corações humanos é amar os membros da sociedade como a si mesmo.” – Romanos.

O que não desejais para vós, não façais a outrem.” - Chineses.

O que não quiserdes para vós, não desejeis para o próximo.” - Hebreus.

Não façais ao próximo o que se vos faça.” - Gregos.

Fazei como quereis que se vos faça.” - Persas.

Deixai passar aquele que fez aos outros o que desejava para si.” – Egípcios.

Porém, apesar dos povos receberem a lei antecipadamente, os profetas e os ditos religiosos, motivados por interesses escusos procederam, muitas vezes, de maneira diferente da que pregavam.

Então, Jesus nasceu entre nós. E, desde a infância viveu indiferente à sua própria felicidade, pois seus sonhos e ideais só objetivavam a felicidade alheia. Ele exemplificou, não com virtudes parciais, mas em plenitude de trabalho, abnegação e amor, em prol da evolução da humanidade.

Ele veio nos mostrar o caminho da “salvação” que é Ele mesmo. E é somente através da vivência de seus ensinamentos que estaremos "salvos" ou "livres" do mal que ainda nos cerca.

E é assim, que Ele aguarda que surja o homem novo, citado por Paulo de Tarso, a partir do homem velho, que somos todos nós que agora estamos encarnados, independente da crença.

Importante salientar que nós, os Espíritas, respeitamos os que escolheram outros iluminados como instrutores espirituais: Buda, Maomé, Confúcio, Zoroastro, Moisés, etc., mas, acreditamos que todos eles foram trabalhadores de Jesus enviados por Ele.

Por isso, Jesus é para o Espírita “o tipo mais perfeito que Deus ofereceu ao homem para lhe servir de guia e de modelo”, visão a qual é baseada na questão 625 de “O Livro dos Espíritos”.

Edu Medeiros - Um Amigo do Bem, 23/11/2013.




Compartilhe esta página com seus amigos nas Redes Sociais

Paracleto - O Consolador prometido por Jesus Cristo
Paracleto - O Consolador prometido por Jesus Cristo




Jesus, o Cristo, na visão dos Espíritas - 23/11/2013 - Edu Medeiros - Um Amigo do Bem





Endereço desta página na Internet:

https://www.paracleto.net/artigos/2013.11.23

(Clique aqui para adicionar esta página aos seus favoritos = Control (Ctrl) mais a tecla D)


Nome e versão do Navegador Internet: Desconhecido (other) 0


"A maior caridade que se pode fazer ao Espiritismo é a sua divulgação!" - Emmanuel

"Divulgar o Espiritismo por todos os meios e modos dignos ao alcance, é tarefa prioritária!" - Bezerra de Menezes

"Divulgar, em cada programa de rádio e televisão, ou programas outros de expansão doutrinária, conceitos e páginas das obras do Espiritismo. A base é indispensável para qualquer edificação!" - André Luiz


USE - União das Sociedades Espíritas


Página Inicial Voltar Rodapé da página Avançar Atualizar Facebook do Paracleto Twitter do Paracleto YouTube Contato Imprimir Áudios dos Artigos publicados no Jornal JC Regional de Pirassununga/SP em formato MP3 Artigos publicados no Jornal JC Regional de Pirassununga/SP em formato PDF

FEB - Federação Espírita Brasileira



Obras básicas (Pentateuco do Espiritismo)


O Livro dos Espíritos - Contendo os princípios da Doutrina Espírita sobre a imortalidade da alma, a natureza dos Espíritos e suas relações com os homens, as leis morais, a vida presente, a vida futura e o porvir da humanidade – segundo o ensinamento dos Espíritos superiores, através de diversos médiuns, recebidos e ordenados por Allan Kardec. O Livro dos Médiuns - Contendo os ensinamentos dos Espíritos sobre a teoria de todos os gêneros de manifestações, os meios de comunicação com o Mundo Invisível, o desenvolvimento da mediunidade, as dificuldades e os escolhos que se podem encontrar na prática do Espiritismo. Em continuação de "O Livro dos Espíritos" por Allan Kardec. O Evangelho segundo o Espiritismo - Com a explicação das máximas morais do Cristo em concordância com o Espiritismo e suas aplicações às diversas circunstâncias da vida por Allan Kardec. Fé inabalável só é a que pode encarar a razão, em todas as épocas da Humanidade. Fé raciocinada é o caminho para se entender e vivenciar o Cristo. O Céu e o Inferno - Exame comparado das doutrinas sobre a passagem da vida corporal à vida espiritual, sobre as penalidades e recompensas futuras, sobre os anjos e demônios, sobre as penas, etc., seguido de numerosos exemplos acerca da situação real da alma durante e depois da morte por Allan Kardec. "Por mim mesmo juro - disse o Senhor Deus - que não quero a morte do ímpio, senão que ele se converta, que deixe o mau caminho e que viva". (EZEQUIEL, 33:11). A Gênese - Os milagres e a predições segundo o Espiritismo por Allan Kardec. Na Doutrina Espírita há resultado do ensino coletivo e concordante dos Espíritos. A Ciência é chamada a constituir a Gênese de acordo com as leis da Natureza. Deus prova a sua grandeza e seu poder pela imutabilidade das suas leis e não pela ab-rogação delas. Para Deus, o passado e o futuro são o presente.


www.paracleto.net
Copyright © 2009-2019
[Paracleto - O Consolador prometido por Jesus Cristo]



Sites parceiros

FEB - Federação Espírita Brasileira



Edu Medeiros - Um Amigo do Bem - Copyright © 2000-2019
Edu Medeiros - Um Amigo do Bem
Palestrante Motivacional e Expositor Espírita
Copyright © 2000-2019


(Acompanhe também no Facebook)









Página Inicial Voltar Topo da página Avançar Atualizar Facebook do Paracleto Twitter do Paracleto YouTube Contato Imprimir Áudios dos Artigos publicados no Jornal JC Regional de Pirassununga/SP em formato MP3 Artigos publicados no Jornal JC Regional de Pirassununga/SP em formato PDF

Jesus, o Cristo, na visão dos Espíritas - 23/11/2013 - Edu Medeiros - Um Amigo do Bem