Paracleto.net     Internet
   


Menu


Artigos Espíritas

Áudios em MP3

Textos em PDF

Novidades

Página Inicial Voltar Rodapé da página Avançar Atualizar Facebook do Paracleto Twitter do Paracleto YouTube Contato Imprimir Áudios dos Artigos publicados no Jornal JC Regional de Pirassununga/SP em formato MP3 Artigos publicados no Jornal JC Regional de Pirassununga/SP em formato PDF

Sábado, 19 de Janeiro de 2019 - Bom dia! - 10:51


Raiva, mágoas e ressentimentos - 15/11/2014 - Edu Medeiros - Um Amigo do Bem



Toda vez que determinada situação produz descontrole no bem-estar o ser humano naturalmente começa a nutrir sentimentos nada edificantes, entre esses a raiva.

A raiva é a reação emocional imediata e se caracteriza como uma sensação mesmo que equivocada de se sentir ameaçado, enganado ou ainda de se sentir prejudicado.

Ninguém é tão perfeito assim de nunca haver sentido raiva de alguma situação em algum momento da vida, entretanto esforços devem ser envidados visando a mudança interior, bandeira a qual é tão defendida pelo Espiritismo e chamada de “Reforma Íntima”, que por sua vez se entende como um processo contínuo de autoconhecimento, de conhecimento de nossa intimidade espiritual, modelando-nos progressivamente na vivência evangélica, em todos os sentidos da nossa existência, e esse processo de forma natural conduz à transformação do homem de ontem, carregado de tendências e erros de longa data, no homem do amanhã, atuante na implantação dos ensinamentos do nosso Amado Mestre Jesus, o Cristo.

Então assumir que somos suscetíveis aos defeitos morais como a raiva é aceitável, entretanto que seja premente o pensamento de procurarmos evoluir, e sem se esquecer de mencionar que também é extremamente imprescindível procurarmos entender os mecanismos que produzem os desconfortos ou descontentamentos que possam provocar em nós sentimentos ainda carentes de maior percepção sobre o que é o amor, enfim, sobre o que é Deus, ressaltando que o conceito popular diz que Deus é amor, e amar o próximo é um dos primeiros passos para se entender o porquê que o outro fez algo conosco que produziu desconforto ou mal-estar.

Esse esclarecimento se torna essencial mencionar, caso contrário torna-se mais difícil ainda se livrar ou impedir o surgimento de mágoas e ressentimentos.

Já que a raiva está presente em nossas vidas, então o sensato seria aprender a lidar com a mesma, e sempre procurando crescer de forma introspectiva, ou seja, conhecendo a si mesmo.

Segundo Sigmund Freud, o grande psicanalista do século vinte, todos nós temos uma certa predisposição orgânica para cedermos à somatização de algum conflito.

Somatizar significa absorver as energias nada redentoras, as quais irão se manifestar organicamente em alguma parte do nosso corpo.

Impedir o surgimento do descontrole emocional não é fácil, até porque para se livrar de algum defeito moral, o sensato é fazer exatamente o que é recomendado para se livrar de um vício, entenda-se reconhecer que tem o vício, entretanto que tem vontade e quer se livrar do mesmo.

Por outro lado a raiva pode surgir repentinamente, porém não há motivos para nos envergonharmos pelo fato de senti-la, porém camuflá-la perante atitudes de falsa humildade e santificação são atitudes de quem ilude a si próprio, optando pelo parecer em detrimento do ser.

Saber lidar com a raiva significa, assim, refletir sobre o porquê do nosso desequilíbrio momentâneo, como também refletir sobre a origem do ato da outra pessoa. Isso significa perceber que a pessoa estava em desarmonia no momento em que agiu de forma impensada, produzindo o conflito, e também tentar perceber que o outro agiu sem nenhuma intenção de produzir o dano que gerou o conflito, e isso não significa, de maneira alguma, que devamos ser coniventes com o erro alheio, mas sim aprendermos a perdoar e não permitir o surgimento de sentimentos inferiores.

Edu Medeiros - Um Amigo do Bem, 15/11/2014.




Compartilhe esta página com seus amigos nas Redes Sociais

Paracleto - O Consolador prometido por Jesus Cristo
Paracleto - O Consolador prometido por Jesus Cristo




Raiva, mágoas e ressentimentos - 15/11/2014 - Edu Medeiros - Um Amigo do Bem





Endereço desta página na Internet:

https://www.paracleto.net/artigos/2014.11.15

(Clique aqui para adicionar esta página aos seus favoritos = Control (Ctrl) mais a tecla D)


Nome e versão do Navegador Internet: Desconhecido (other) 0


"A maior caridade que se pode fazer ao Espiritismo é a sua divulgação!" - Emmanuel

"Divulgar o Espiritismo por todos os meios e modos dignos ao alcance, é tarefa prioritária!" - Bezerra de Menezes

"Divulgar, em cada programa de rádio e televisão, ou programas outros de expansão doutrinária, conceitos e páginas das obras do Espiritismo. A base é indispensável para qualquer edificação!" - André Luiz


USE - União das Sociedades Espíritas


Página Inicial Voltar Rodapé da página Avançar Atualizar Facebook do Paracleto Twitter do Paracleto YouTube Contato Imprimir Áudios dos Artigos publicados no Jornal JC Regional de Pirassununga/SP em formato MP3 Artigos publicados no Jornal JC Regional de Pirassununga/SP em formato PDF

FEB - Federação Espírita Brasileira



Obras básicas (Pentateuco do Espiritismo)


O Livro dos Espíritos - Contendo os princípios da Doutrina Espírita sobre a imortalidade da alma, a natureza dos Espíritos e suas relações com os homens, as leis morais, a vida presente, a vida futura e o porvir da humanidade – segundo o ensinamento dos Espíritos superiores, através de diversos médiuns, recebidos e ordenados por Allan Kardec. O Livro dos Médiuns - Contendo os ensinamentos dos Espíritos sobre a teoria de todos os gêneros de manifestações, os meios de comunicação com o Mundo Invisível, o desenvolvimento da mediunidade, as dificuldades e os escolhos que se podem encontrar na prática do Espiritismo. Em continuação de "O Livro dos Espíritos" por Allan Kardec. O Evangelho segundo o Espiritismo - Com a explicação das máximas morais do Cristo em concordância com o Espiritismo e suas aplicações às diversas circunstâncias da vida por Allan Kardec. Fé inabalável só é a que pode encarar a razão, em todas as épocas da Humanidade. Fé raciocinada é o caminho para se entender e vivenciar o Cristo. O Céu e o Inferno - Exame comparado das doutrinas sobre a passagem da vida corporal à vida espiritual, sobre as penalidades e recompensas futuras, sobre os anjos e demônios, sobre as penas, etc., seguido de numerosos exemplos acerca da situação real da alma durante e depois da morte por Allan Kardec. "Por mim mesmo juro - disse o Senhor Deus - que não quero a morte do ímpio, senão que ele se converta, que deixe o mau caminho e que viva". (EZEQUIEL, 33:11). A Gênese - Os milagres e a predições segundo o Espiritismo por Allan Kardec. Na Doutrina Espírita há resultado do ensino coletivo e concordante dos Espíritos. A Ciência é chamada a constituir a Gênese de acordo com as leis da Natureza. Deus prova a sua grandeza e seu poder pela imutabilidade das suas leis e não pela ab-rogação delas. Para Deus, o passado e o futuro são o presente.


www.paracleto.net
Copyright © 2009-2019
[Paracleto - O Consolador prometido por Jesus Cristo]



Sites parceiros

FEB - Federação Espírita Brasileira



Edu Medeiros - Um Amigo do Bem - Copyright © 2000-2019
Edu Medeiros - Um Amigo do Bem
Palestrante Motivacional e Expositor Espírita
Copyright © 2000-2019


(Acompanhe também no Facebook)









Página Inicial Voltar Topo da página Avançar Atualizar Facebook do Paracleto Twitter do Paracleto YouTube Contato Imprimir Áudios dos Artigos publicados no Jornal JC Regional de Pirassununga/SP em formato MP3 Artigos publicados no Jornal JC Regional de Pirassununga/SP em formato PDF

Raiva, mágoas e ressentimentos - 15/11/2014 - Edu Medeiros - Um Amigo do Bem